LIDERANÇA

Há necessidade de promover, não desencorajar, qualidades de verdadeira liderança. Há necessidade de preparar obreiros de Deus na arte e na ciência da verdadeira liderança evangélica.
WALTER R. BEACH.

DEFINIÇÃO BÁSICA DE LIDERANÇA:

Liderar é exercer uma influência que inspire e mova as pessoas à ação, obtendo delas o máximo de cooperação e o mínimo de oposição.

Desta definição, alguns pontos merecem ser destacados:

a) Liderança é sinônimo de influência,
b) Essa influência deve inspirar e mover pessoas.
c) Uma ação desejada é o resultado de uma liderança equilibrada
d) Uma boa liderança trabalha com o máximo de cooperação – (Totalidade de cooperação é utopia).
e) Uma boa liderança trabalha com o mínimo de oposição - (Mas a oposição sempre existirá, ainda que velada).

A influência é um poder ambíguo, que constrói e destrói com a mesma facilidade. Lembram-se de Mahatma Gandi e Adolf Hitler? Ambos possuíam um tremendo poder de influenciar pessoas. Duas fortes influências mundiais que são referenciais do que é bom e do que é mal.

Que tipo de influência você exerce sobre seus liderados, sobre o seu Pequeno Grupo e a igreja?

O líder não apenas se destaca do grupo, como o influência de alguma forma. Daí a necessidade de treinarmos os líderes de nossas igrejas, para que a sua influência seja positiva, saudável e cristã.

Nicholas Butler, antigo presidente da Universidade de Colúmbia, Estados Unidos, disse que há no mundo três tipos básicos de pessoas:

a) As que não sabem o que está acontecendo,
b) As que observam o que está acontecendo, e
c) As que fazem com que as coisas aconteçam.

Liderança é a capacidade de fazer com que as coisas aconteçam.

Whitaker Penteado, na sua obra Técnica de Chefia e Liderança, escreveu o seguinte: “Um grupo medíocre pode exceder-se com um bom líder. Um grupo excelente desintegra-se sob a liderança de um medíocre”.

O EXEMPLO DA LIDERANÇA DE JESUS

Jesus é o nosso exemplo de liderança por excelência. A Bíblia registra grandes homens de Deus que foram líderes extraordinários (Moisés, Josué, Davi, etc), mas nenhum pode ser comparado ao Líder de todos os líderes Jesus Cristo.

As características básicas da liderança de Jesus devem estar presentes na sua liderança junto à igreja de Deus. Como trabalhava o líder Jesus?

a) Jesus era um líder disposto a assumir a função de servo,
b) Jesus não se preocupava em ser o primeiro,
c) Sua liderança não era autoritária,
d) Estava sempre disposto a ouvir e dar atenção – Até mesmo às crianças,
e) Estava em contínuo treinamento com os seus liderados,
f) Procurava nutri-los da melhor maneira possível,
g) Sua liderança baseava-se na humildade,
h) Ele possuía inteira dependência de Deus.

MÉTODOS DE LIDERANÇA

Existem, basicamente, três métodos de liderança:

a) MÉTODO POR COAÇÃO: O líder procura coagir, forçar, obrigar a sua equipe a trabalhar. Ele não motiva, porém ameaça e amedronta. A ação é forçada e os resultados são mesquinhos.

b) MÉTODO POR PERSUASÃO: O líder procura persuadir seu grupo, insistindo, apelando, chantageando. Ele procura vence-los pelo cansaço. Geralmente, ele se cansa primeiro.

c) MÉTODO POR INDUÇÃO: O líder, devido a sua personalidade forte, capacidade, talento, entusiasmo e dinamismo, induz, ou seja, motiva, conduz a sua equipe para o trabalho. Ele os leva a ação.

TIPOS CLASSICOS DE LIDERANÇA

Existem vários tipos de liderança. Enquanto estivermos aqui analisando os principais tipos, faça você mesmo uma auto-análise da sua liderança junto ao seu grupo, sua equipe, sua igreja ou departamento, e veja onde você se encontra e onde pretende chegar.

a) LIDERANÇA INSTITUCIONAL: É aquela liderança exercida pela força da instituição que nomeia o líder. Exemplos: Pastor, Ministro de Estado, Secretário de Governo, etc.

b) LIDERANÇA NATURAL: É aquela exercida pelas qualidades naturais indispensáveis à liderança e presentes na vida do líder.

c) LIDERANÇA DEMOCRÁTICA: É aquela liderança na qual o líder sempre procura ouvir e dar atenção aos seus liderados, envolvendo-os nas tomadas de decisões, fazendo com que todos participem das mesmas. Os resultados deste tipo de liderança são excelentes.

d) LIDERANÇA LAISSEZ-FAIRE: Esta expressão é de origem francesa e significa “deixa fazer”. Este tipo de liderança tem como lema a seguinte frase: “Deixa como estar para ver como é que fica”. Geralmente fica pior.
O Leissez-Faire é um procrastinador. Ele não orienta seus liderados, não traça planos, não toma decisões, não aponta os caminhos. Enfim, ele não faz nada.

e) LIDERANÇA AUTOCRÁTICA: Neste tipo de liderança, o líder procura fazer tudo sozinho. Ele não abre espaço para ninguém, não confia em ninguém, não deixa ninguém fazer nada. Considera-se o poderoso chefão, ao qual todos devem obediência cega e incontestável. Ele não valoriza o seu grupo. Valoriza apenas a si mesmo. Geralmente este tipo de líder acaba sozinho no seu sistema ditatorial.

f) LIDERANÇA PATERNALISTA: É aquele tipo de liderança na qual se trabalha motivado por simpatias e antipatias. Geralmente, este tipo de líder obtém o apoio apenas dos seus “preferidos”, e, por vezes, nem destes.

FUNÇÕES DO LÍDER

01) PLANEJAR

O planejamento é essencial a uma liderança de sucesso. O planejamento é o preparo para o sucesso, e quem fracassa no preparo, prepara-se para o fracasso.

O planejamento é um mapa que orienta, uma reta que encurta distâncias e uma alavanca que duplica forças.

Diz um provérbio chinês: “A mais longa viagem começa com um único passo”

A improvisação é um mal que tem se alastrado por nossas igrejas com freqüência cada vez maior. É necessário detê-lo com urgência. Nossa grande arma nesta batalha contra o improviso é o “planejamento”.

No planejamento estão envolvidos três aspectos:
a) Conhecer a realidade presente,
b) Estabelecer metas futuras, e
c) Promover os meios para se atingir estas metas

Ainda dentro da função do planejamento, dois aspectos são de fundamental importância:

a) O Programa: É a seqüência das prioridades a serem seguidas para se atingir os objetivos (alvos) propostos,
b) O Cronograma: É o período de tempo ou as datas necessárias para se realizar o programa. Desta maneira você tem condições de saber onde está, para onde está indo e quando chegará lá.

02) DELEGAR

É a arte de distribuir responsabilidades com todo os membros do seu grupo. Ninguém pode fazer tudo sozinho. O melhor líder é aquele que sabe Ter como seus auxiliares pessoas tão ou mais capazes do que ele.

03) OFERECER CONDIÇÕES

O bom líder é aquele que oferece condições aos seus liderados para que a tarefa seja executada satisfatoriamente.. Exemplo: Você pede ao ancião jovem que prepare uma palestra sobre “Como Envolver os Jovens nas Atividades da Igreja”. Então, se necessário, o líder deve oferecer a ele livros, revistas e artigos que possam ajuda-lo na preparação desta palestra.
Uma boa coisa que todo líder deve fazer para oferecer condições à sua equipe de realizar o trabalho de maneira sempre satisfatória é manter, no grupo, um clima de treinamento e crescimento contínuo.

04) COBRAR RESULTADOS

De maneira suave e branda, porém constante, o líder deve cobrar resultados de seus liderados. As atividades que foram designadas para cada pessoa devem receber um “acompanhamento” permanente do líder. Mas cuidado para não parecer policial ou fiscal do grupo.

05) AVALIAR

Após cada atividade realizada, é importante que o líder, juntamente com sua equipe, (e esta é uma palavrinha mágica: equipe), faça uma avaliação do programa ou atividade realizada. Nesta avaliação deve-se verificar os pontos forte e fracos no desenvolvimento do programa, estabelecer com clareza a verdadeira fonte dos problemas, e tomar providências para que elas não se repitam.

CARACTERÍSTICAS NEGATIVAS DO LÍDER

O maior perigo para um líder é querer racionalizar os seus próprios erros, buscar desculpa-los ou justifica-los, convencendo-se a si mesmo de que seus erros na realidade são acertos. As atitudes negativas são as maiores causas de fracasso do líder junto ao seu grupo ou equipe. Conhecer essas atitudes negativas e superá-las é de fundamental importância para o sucesso da sua liderança. Vencer esses obstáculos revela maturidade emocional, funcional e espiritual na vida do líder cristão.

a) Teimosia: Alguns líderes raciocinam desta maneira: “Nos outros existe teimosia, mas em mim existe firme convicção”. Teimosia é tentar manter uma posição mesmo quando ela já se evidenciou equivocada. É não querer “dar o braço a torcer”.
Algumas vezes o líder tenta pela argumentação, pela imposição ou pelo cansaço, levar o grupo a aceitar suas idéias. Isto se dá com os líderes autocráticos, ou mesmo os paternalistas quanto na tentativa de proteger seus “afilhados”.

b) Relutância em Delegar Atribuições: Esta é uma falha mortal na liderança, pois entra em choque com uma das funções do líder que é delegar responsabilidades. Eis algumas razões que costumam impedir o líder de distribuir responsabilidades com seus liderados:
1 – Receio de ser ofuscado por um de seus liderados
2 – Inveja de seus liderados (atestado de incompetência)
3 – Medo de perder o controle sobre o grupo

Estes três fatores podem ser resumidos em uma única palavra: Insegurança.

a) Atitude da Super-Competência: O líder acha que somente ele pode realizar com perfeição determinadas tarefas.

b) Falta de Visão Quanto á Hora de “Passar o Bastão”: Alguns líderes recusam-se terminantemente a aceitarem a idéia de que outra pessoa poderá, um dia, ocupar o lugar que hoje lhe pertence. Pelé soube a hora de “pendurar as chuteiras”, e ainda hoje é tido em todo o mundo como o rei do futebol.

c) Falta de Estímulo Para a Equipe: Alguns líderes agem como se seus liderados fossem na realidade seus empregados. Tudo que fazem, não passa na opinião dele, de mera obrigação. Todo liderado precisa de reconhecimento por seus esforços e dedicação. Isto é valorização da pessoa humana.

d) Julgamento Apressado ou Parcial: Lembre-se: Toda moeda tem dois lados. Nunca julgue uma questão sem estar plenamente consciente de conhecer com profundidade todos os detalhes envolvidos na mesma.

e) Nutrição de Sentimentos Negativos: Lembre-se de um ditado bastante comum, porém cheio de sabedoria: “Não é por um coice dado que se corta a pata do burro”. Não é porque alguém falhou uma vez que irá falhar sempre. Confie nas pessoas, dê novas oportunidades. Limpe seu coração de sentimentos negativos e daninhos que só fazem mal a você mesmo.

CARACTERÍSTICAS POSITIVAS DO LÍDER

a) Ambição Sadia: A ambição atua como mola propulsora de atitudes na liderança, especialmente numa sociedade consumista como a nossa. Como conciliar, porém, ambição com a nossa visão cristã?
A ambição comum é um estímulo ao desenvolvimento do “eu” como centro todas. Nossa ambição é “cristocêntrica”, pois nosso desejo deve ser tornar-nos instrumentos divinos e condutores fiéis da mensagem de Jesus.

b) Competência: Para Napoleão, a maior imoralidade consistia em alguém ocupar uma função para a qual não estava devidamente preparado. Competência e capacidade devem andar de mãos dadas. O conhecimento suficiente dos vários aspectos da sua esfera de ação, o colocarão a altura de realizar com competência o seu trabalho.

c) Domínio Próprio: Perder o controle ou o domínio de si mesmo é sempre a maneira mais rápida de se perder o controle e a autoridade sobre o grupo. Um líder agressivo é um fracasso como líder.

d) Conhecimento das Pessoas: Conhecer bem a personalidade das pessoas com as quais nós vamos trabalhar é tão importante quanto conhecer o próprio trabalho a ser realizado.

e) Bondade: Somente os verdadeiramente fortes são bondosos. Não existe liderança eficaz sem bondade e amor. Para se amar uma pessoa, no entanto, é necessário, conhece-la.

f) Respeito Humano: Na presença de um superior, a falta de respeito é um ato de indisciplina. Na presença de um “subordinado” a falta de respeito é um ato de covardia.

g) Espírito de Justiça: É, entre outras coisas, reconhecer lealmente seus erros e suas faltas, não procurando lança-las sobre outra pessoas. É também saber reconhecer as realizações de seus liderados, dando a eles o crédito devido e a oportunidade de desenvolverem seus potenciais.

h) Humildade: O bom líder precisa cultivar a humildade, reconhecendo suas falhas e otimizando-as. É preciso também saber reconhecer o valor individual de cada membro da sua equipe. Humildade não é contentar-se com pouco, e sim buscar o muito, mas busca-lo para melhor servir.

i) Exemplo: Queira você ou não, os olhos de todos estarão sempre voltados para você, que é o líder do grupo. Você não pode separar a sua função como líder espiritual da sua vida pessoa. “Ser-me-eis testemunhas”, disse Jesus.

j) Resistência: O líder precisa saber suportar as críticas, oposições e dificuldades. Sua equipe espera isto de você!!! Transforme as críticas em um fator de crescimento na sua liderança. Nunca as rejeite de imediato. Faça sempre uma análise imparcial das mesmas. Busque o conselho e a orientação de amigos sinceros. “Ouça tudo e retende o que for bom”.

DIFERENÇAS MARCANTES ENTRE O LÍDER E O CHEFE

O LÍDER O CHEFE
Orienta Manda
Entusiasma Amedronta
Diz: Vamos Diz: Vá
Torna o trabalho interessante Torna o trabalho irritante
Baseia-se na cooperação Baseia-se na autoridade
Diz: Nós Diz: Eu
Ajuda Atrapalha
Assume responsabilidades Procura culpados
Comunica Faz mistério
Acompanha Fiscaliza
Confia Desconfia
Moraliza Desmoraliza
Nunca promete o que não pode cumprir Promete e nunca cumpre

NÃO É COMIGO!!!
Esta é uma estória sobre quatro pessoas:

? Todo Mundo
? Alguém
? Qualquer Um
? Ninguém


Havia um importante trabalho a ser feito, e Todo Mundo tinha certeza que Alguém o faria. Qualquer Um poderia ter feito, mas Ninguém o fez. Alguém zangou-se porque este era um trabalho para Todo Mundo. Todo Mundo pensou que Qualquer um poderia faze-lo, mas Ninguém imaginou que Todo Mundo deixaria de faze-lo.

Ao final, Todo Mundo culpou Alguém quando Ninguém fez o que Qualquer Um poderia ter feito


 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 
Fale com o lider da região nordeste treinamentos Treinamento Seminários para líderes e coordenadores Lições de Pequenos Grupos separadas por temas Aqui você fica por dentro de tudo que vai acontecer Histórias que vão mudar a sua vida Dicas para líderes de PG Treinamento em vídeo Arquivos para downloads